Feirantes destacam incentivo para realização da Feira de Agroindústria Familiar e Artesanato

“O espaço é aberto para a população participar fazendo compras diretamente desses produtos da Agricultura Familiar”

243

O Estado de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) e Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater), incentiva a comercialização dos produtos da Agricultura Familiar. Para isso, abriu espaço no estacionamento do Palácio Rio Madeira para os produtores rurais. Com isso, toda última sexta-feira de cada mês acontece a Feira de Agroindústria Familiar e Artesanato.

A edição do mês de agosto foi realizada no dia 27. O objetivo é incentivar tanto a compra quanto a venda de produtos exclusivamente oriundos da Agricultura Familiar.

Cidadãos já procuram espontaneamente por marcas de produtos que conhecerem em edições anteriores
Cidadãos já procuram espontaneamente por marcas de produtos que conhecerem em edições anteriores

Um dos presentes foi o feirante Jerry Kennedy, que ressaltou o apoio do Estado aos profissionais do setor. “Precisamos desse incentivo do Governo de Rondônia, da Seagri, da Emater, enfim, para que possamos continuar expondo nossas mercadorias da melhor maneira possível. Nossos produtos são aquilo que nós fazemos com amor, carinho e encaminhamos aqui a novos consumidores”, destacou.

Ana Paula Jaenish, que também teve a oportunidade de vender durante a Feira de Agroindústria Familiar e Artesanato, pontuou a procura de pessoas que lembram do seu produto de edições passadas do evento, ressaltando a importância de o Estado promover a “vitrine” para as transações de ordem comercial.

“É muito prazeroso para nós. A gente vem aqui e expõe nossos produtos, mostrando nosso potencial, o que nós conseguimos fazer. E as pessoas estão gostando bastante”, diz.

A feirante pontua ainda que é “recompensador, porque o pessoal tem investido na gente, o pessoal da Emater, do Governo do Estado. Então nós, do interior, chegamos até aqui de van, e os responsáveis pelo traslado trouxeram nossos produtos com bastante cuidado, respeito”, acrescentou.

Ana Paula Jaenish afirma “vale a pena” a viagem até a Capital porque os “clientes aparecem para nos procurar de novo. No mês passado estivemos aqui também, e eles voltaram agora para buscar nossos produtos já com o nome na cabeça. Então é muito legal”, concluiu.

Governo cede o transporte a produtores e artesões
Governo cede o transporte a produtores e artesões

Já a professora Edinamar Machado, servidora e frequentadora assídua, visitou de novo as tendas de exposição e tachou a iniciativa como “maravilhosa”. Ela exalta o fato de Estado e produtores da Agricultura Familiar trabalharem juntos com produtos de qualidade e preços acessíveis.

“É uma oportunidade de conhecer os produtos de Rondônia com preço bom e qualidade maravilhosa, um espaço de conhecimento, lugar perfeito para o artesão divulgar sua arte”, asseverou.

O secretário Evandro Padovani, titular da Seagri, reitera que o evento é realizado para atender toda a população da chamada “Grande Porto Velho”, que inclui, por sua vez, perímetro urbano e distritos. “O espaço é aberto para a população participar fazendo compras diretamente desses produtos da Agricultura Familiar”, reforça.

Padovani relembra que o Governo do Estado cede o transporte às agroindústrias e aos profissionais da área de artesanato. “Eles vêm do interior de Rondônia à capital para expor e obtêm bons resultados, como visto na última edição. Então venham, participem, a Feirinha de Agroindústria Familiar e Artesanato é realizada em todas as últimas sextas-feiras de cada mês no estacionamento do CPA. Vale a pena”, finalizou.

Feira é ótima oportunidade para feirantes da Agricultura Familiar venderem seus produtos
Feira é ótima oportunidade para feirantes da Agricultura Familiar venderem seus produtos
Fonte
Texto: Vinicius Canova
Fotos: Weyne Sharp
Secom – Governo de Rondônia