Variante Delta é assustadora, mas pode ser controlada, dizem especialistas

80

Com o avanço da vacinação pelo mundo as atenções estão voltadas para a variante Delta da Covid-19, que se mostra mais difícil de ser controlada e mais contagiosa que a versão padrão da doença. Apesar disso, os imunizantes atuais são capazes de lidar com a cepa. As informações são de uma reportagem especial do BuzzFeed News.

A variante Delta levou a uma mudança nas orientações em diversos locais do mundo, inclusive nos Estados Unidos, após ser constatado que, mesmo vacinadas, as pessoas ainda podiam transmitir a Cepa devido ao seu alto grau de contágio. O uso de máscaras, que chegou a ser descartado em boa parte do país, voltou a ser obrigatório em ambientes fechados em alguns estados.

Variante Delta controlada

Os dados ainda mostram que cerca de 99% das novasmortes por Covid-19 nos EUA são de pessoas que não se vacinaram. Os estados com mais casos são os com menores taxas de imunização. O presidente Joe Biden chegou a classificar como uma “pandemia dos não vacinados”.

No entanto, de acordo com especialistas, a onda mais recente na Europa mostra que talvez a cepa não seja uma “força incontrolável”. Vacinação e estratégias de isolamento podem evitar um aumento muito expressivo dos casos de Covid-19 com a variante Delta.

Segundo os especialistas, a forte onda de Covid-19 na Índia motivada pela variante Delta não pode ser comparada com a atual nos EUA e na Europa. Isso pois o país asiático estava com apenas uma pequena parcela da população vacinada durante o período. Além disso, o sistema de saúde indiano não tinha capacidade suficiente para atender a demanda.

Os especialistas também citam o Reino Unido. A maior parte dos infectados pela variante foram de jovens e não adoeceram gravemente. Isso, combinado com o rápido progresso da vacinação no Reino Unido nos últimos meses, significou que o pico de hospitalização foi bem menor do que o que ocorreu em janeiro, auge da pandemia e com a variante Alpha. Atualmente, apenas cerca de 90 pessoas morrem da doença por dia em todo a região da grã-bretanha, em comparação com mais de 1.200 no pico.

Após isso, houve uma grande liberação das medidas de restrição no Reino Unido e, apesar das autoridades preverem um aumento dos casos, eles seguiram na mesma faixa.

Outro país europeu com uma clara ascensão e queda de casos é a Holanda. Cerca de 10 dias depois que o governo holandês removeu quase todas as restrições os casos começaram a aumentar. Poucos dias depois as autoridades voltaram a adotar as medidas de restrição de circulação. A variante Delta então atingiu seu pico e após alguns dias os casos se estabilizaram.

“O Reino Unido e a Holanda deveriam ser um conselho contra o desespero”, explicou Bill Hanage, epidemiologista da Escola de Saúde Pública Harvard TH Chan. “Não precisamos ser fatalistas sobre a variante Delta.”