Teste rápido de antígeno para covid-19 tem eficácia comprovada de 97,6% em relação ao RT-PCR

147

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), vem realizando em todo o Estado testagens rápidas em massa da população para covid-19. Até o momento já foram realizadas em todo o Estado 16 drive-thrus coordenados pela Sesau seguindo o cronograma do projeto Mapeia Rondônia.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, as ações cumprem uma solicitação do governador Marcos Rocha. “Estamos nos esforçando para salvar as vidas dos rondonienses em meio a essa pandemia e para isso temos usado os testes rápidos de antígeno  para covid-19 doados ao governo pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) em parceria com o Ministério da Saúde. Rondônia recebeu 62 mil desses testes em fevereiro, que estão sendo utilizados nos drive-thrus realizados pelo Estado em parceria com as prefeituras”, enfatizou.

Máximo explica ainda que o teste rápido de antígeno é uma grande opção para detectar a covid-19 ainda na fase inicial da infecção entre o 1º e 7º dia de contágio, podendo apresentar uma eficácia de 97,6% em relação ao RT-PCR feito em laboratório com amostras de sangue.

COMO FUNCIONA O TESTE RÁPIDO DE ANTÍGENO

O teste rápido de antígeno para covid-19 é capaz de detectar a proteína do núcleo do vírus SARS-CoV-2 ainda na fase ativa da infecção. Assim, se a proteína for identificada, isso significa que o paciente está contaminado. Neste caso, o teste rápido de antígeno apontará um resultado positivo para a presença do vírus, o que ocorre em 15 minutos.

INDICAÇÃO

O teste rápido é indicado para:

  • Pacientes que começaram a apresentar os sintomas de síndrome gripal;
  • Pessoas que entraram em contato com algum indivíduo com caso confirmado;
  • Pessoas que estiveram recentemente em ambientes de maior exposição;
  • Pessoas com contato direto com pessoas do grupo de risco;
  • Monitoramento de ambientes fechados ou com maior concentração de pessoas, como escritórios ou eventos presenciais.

COMO FUNCIONA A COLETA SWAB

A coleta do teste é feita por amostra da nasofaringe através de hastes flexíveis, uma espécie de cotonete, também conhecido como swab.

Caso seja positivo, aparecem dois traços nas linhas de controle e de teste, negativo o traço fica aparente somente na linha de controle indicando que o teste está funcionando corretamente. O resultado é inválido caso o traço apareça somente na linha de teste.