Escola do Legislativo da ALE terá biblioteca pública

Coordenação de Edições Técnicas do Senado já doou 350 títulos para o acervo

242

Na audiência em Brasília com o coordenador de Edições Técnicas do Senado Federal, Aloysio de Britto Vieira, esta semana, o diretor geral da Escola do Legislativo de Rondônia, da Assembleia Legislativa (ALE), Fábio Ribeiro recebeu a informação da liberação de uma biblioteca pública. Também participou da audiência o presidente da Associação Brasileira das Escolas do Legislativo e de Contas (ABEL), Florian Augusto Madruga.

A Escola está entre as prioridades da administração do presidente da ALE, Laerte Gomes (PSDB). “Queremos uma Escola que atenda o maior número de pessoas e que ofereça cursos de qualidade e a liberação da biblioteca enriquece a sua estrutura”, argumenta Laerte.

Além da qualificação dos servidores da ALE e das câmaras de vereadores, segundo Laerte, “a Escola também contribui com a melhoria da mão de obra da população, pois as vagas excedentes nos diversos cursos são abertas à comunidade”.

Uma biblioteca é parte integrante de qualquer esforço pedagógico na melhoria do processo de ensino e aprendizagem. “A biblioteca será aberta ao público, que poderá explorar o seu acervo”, afirma Fábio Ribeiro.

O presidente da ABEL, Florian Madruga sugeriu ao diretor Fábio Ribeiro utilizar os exemplos de outras escolas, que já funcionam com absoluto sucesso em vários estados. O coordenador de Edições Técnicas do Senado, Aloysio Vieira já disponibilizou para a Escola da ALE, 350 títulos, através de doação.