GREVE EM ROLIM: PM assume presídio e diretor afirma que a rotina dos presos e visitas não será alterada

13

A greve geral deflagrada na data de ontem, terça-feira, 12, pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários, Singeperon, no estado de Rondônia, em Rolim de Moura, no seu segundo dia, teve aquisição de quase 100% da classe.

Apenas está em atividade o Diretor do Presídio Maxuel, e mais dois outros agentes penitenciários que não aderiram à greve. A Polícia Militar foi acionada e assumiu os trabalhos na penitenciária e no semiaberto.

O Rolim Notícias, com exclusividade conversou com o Diretor do Presídio, Maxuel, e o mesmo afirmou que a rotina dos presos e das visitas estão transcorrendo normalmente.

Os agentes estão mobilizados na frente do presídio sem data para término da greve.

Os servidores reivindicam o cumprimento, pelo governador Marcos Rocha (PSL), de um acordo feito na justiça que envolve benefícios à categoria. O governador se recusa a negociar e decretou intervenção no sistema penitenciário de Rondônia, colocando agentes, sócio educadores e presídios sob o comando da Polícia Militar, gerando uma série de atrito entre as duas categorias e desgaste político para o Governo.