Em Rolim de Moura, Agentes Penitenciários e Socioeducadores iniciam greve e acionam a Polícia Militar para assumir o presídio

10

Na manhã de hoje, terça-feira, 12, os Agentes Penitenciários e Socioeducadores de Rolim de Moura, bem como de todo o estado de Rondônia, entraram em greve. Trabalharam hoje apenas 30% do efetivo.

Segundo o Delegado Sindical do Singeperon em Rolim de Moura, Antônio Bianque, a partir de amanhã todo o efetivo dos Agentes Penitenciários estarão em greve devido a greve ter sido declarada ilegal pelo Desembargador Ruszem de Queiros, neste sentido não há mais a obrigatoriedade de manter 30% de efetivo em trabalho.

Os servidores reivindicam o cumprimento, pelo governador Marcos Rocha (PSL), de um acordo feito na justiça que envolve benefícios à categoria. O governador se recusa a negociar e decretou intervenção no sistema penitenciário de Rondônia, colocando agentes, socioeducadores e presídios sob o comando da Polícia Militar, gerando uma série de atrito entre as duas categorias e desgaste político para o Governo.

Em Rolim de Moura, o diretor do presídio já oficiou o comando do 10º Batalhão da Polícia Militar para que assuma o controle do presídio na data de amanhã, terça-feira, 13, dia em que há visitas intimas no presídio.

Até o momento a assessoria do 10º batalhão da Polícia não emitiu nenhuma nota informando se a PM irá ou não assumir o presídio.