Em Costa Marques, Agentes Penitenciários aderem à greve e PM assume presídio

45

greve deflagrada pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado de Rondônia, Singeperon, teve início na data de ontem, terça-feira, 12, e os Agentes Penitenciários do município de Costa Marques também aderiram à greve geral.

Apenas estão trabalhando cerca de 30% do efetivo, sendo diretor e Agentes Penitenciários que estão no estado probatório.

A Polícia Militar foi acionada e interviu no presídio, onde permanece no controle até o término da greve que é por tempo indeterminado.

De acordo com o Delegado Sindical de Costa Marques, Paulo Adair Miranda, o Sistema Penitenciário de Rondônia devido às reivindicações de melhoria nas condições de trabalho por falta de efetivo, e melhorias salarial, portanto os agentes está há 07 anos sem reajuste.

“Com esta intervenção, o Governador Marcos Rocha vai gastar muito mais do que seguir o acordo cobrado pela classe dos Agentes, e já um acordo judicial que o governador vetou antes mesmo do prazo final no dia 28/02, com os PMs, o estado vai gastar com diárias para os policiais e alimentação, ficando um valor muito alto, sem contar que com o realinhamento o estado somente iria incorporar o que o mesmo já paga aos servidores e teria mais lucro pois o estado iria diminuir a folga e ter mais efetivo para os trabalhos”, ressalta Paulo, Delegado Regional do Singeperon.

Paulo lembra ainda, que o Governador Marcos Rocha não quis nem conversar com o sindicato, não comparecendo em várias audiências de conciliação, e ainda colocou uma tabela inexistente, que teria impacto ao estado, no entanto esta tabela não procede, frisou.

“A população tem que saber que o senhor governador Marcos Rocha está tirando os Policiais Militares das ruas deixando assim a população sem segurança”, finalizou Paulo.