Saúde suspende autoteste de HIV realizado como projeto piloto em 14 cidades

A suspensão do teste foi preventiva, após a falha identificada pela Anvisa que implica impossibilidade de interpretação de resultado

81

O Ministério da Saúde solicitou aos 14 municípios que participam do projeto piloto de distribuição do autoteste de HIV no SUS que suspendam temporariamente, como medida preventiva, a distribuição de todos os kits de autoteste. As cidades são: Rio de Janeiro, Florianópolis, Salvador, Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte, Manaus, São Paulo, Campinas, Santos, Piracicaba, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto e São Bernardo do Campo.

A orientação se deve após a falha identificada pela Anvisa que implica na impossibilidade de interpretação do resultado. A agência realizou o teste a pedido do Ministério da Saúde, após relatos de problemas na finalização do resultado de dois lotes do total 98 lotes adquiridos, sendo que cada lote com a média de 4 mil testes. A Anvisa prosseguirá com a investigação de amostras representativas de outros lotes dos Kit de autoteste.

O Ministério orienta a quem fizer o autoteste que observe a linha de controle. Caso esteja ausente, o que torna o teste inválido, a pessoa deve procurar os locais onde pegou o produto para realizar outra alternativa de diagnóstico rápido.