Agressor de paisagista no Rio não possui problemas psicológicos, segundo exames

61

O estudante e lutador Vinícius Serra, de 27 anos, estava preso preventivamente no Hospital Penal Psiquiátrico Roberto Medeiros e será transferido para uma unidade prisional normal. O acusado de espancar a paisagista Elaine Caparroz, de 55 anos, por quatro horas passou por diversas avaliações psiquiátricas nos últimos dias para analisar o seu estado mental..

Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que Vinícius recebeu alta no início da tarde desta quarta-feira (27)  após avaliações psiquiátricas constatarem estabilidade no quadro médico e no quadro clínico psicopatológico. Evandro Bianor, advogado de Elaine, comentou a decisão.

“Não acredito em surto. Quem surta não troca nome, não tenta se evadir do local, não diz que só fala em juízo, não deleta a contra no Instagram. Só se for um surto moral”, afirmou ao chegar com a cliente no Instituto Médico Legal (IML), no centro do Rio.

Após o depoimento de Elaine na última segunda-feira (25), a delegada responsável pelo caso não descarta a possibilidade de o crime ter sido cometido por vingança. De acordo com ela, Vinícius passou a seguir Elaine nas redes sociais após uma postagem do filho dela, o lutador Rayron Gracie, e que o agressor perguntou várias vezes pelo filho da paisagista horas antes de agredi-la.