ESTADO MAIS SEGURO: Ações do governador Marcos Rocha reduzem criminalidade em Rondônia

0
362

As medidas tomadas pelo governador de Rondônia, Marcos Rocha, para avançar na proteção da sociedade estão dando resultados positivos, com fortalecimento dos investimentos para as forças de segurança pública do estado. Indicadores confirmam que Rondônia está tornando-se um estado mais seguro para a população. Os roubos a comércio registraram queda de 52,8% em junho, ou seja, uma queda de mais da metade dos casos, comparados ao mesmo período do ano anterior. O bom desempenho também se estendeu para o número de homicídios, com redução de 14,3%; tentativa de homicídio -9,1%; furtos -17,7%, e roubos consumados -38,7%.

O levantamento foi feito pela Gerência de Estratégia e Inteligência, do Núcleo de Análise Criminal estadual, vinculada à Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), e refere-se ao comparativo entre junho de 2023 e o mesmo período de 2024. Para alcançar esses resultados, o governador Marcos Rocha vem aplicando investimentos em ações estratégicas de enfrentamento à criminalidade, avançando nas ações desenvolvidas pela Polícia Militar de Rondônia, Polícia Civil, Polícia Técnico-Científica e Corpo de Bombeiros Militar.

” Determinei um combate contra a criminalidade em Rondônia, para fortalecer a proteção à população, com diversas operações executadas por uma tropa que está cada vez mais equipada e capacitada, fazendo uso, de forma inteligente, do parque tecnológico adquirido pelo governo do estado para deixar o nosso estado mais seguro’’, afirmou Marcos Rocha.
O governador autorizou investimentos de mais de R$ 83 milhões para entrega de equipamentos, armamentos e veículos às forças de segurança. O estado também firmou acordo de cooperação para compartilhar sistemas e tecnologias de segurança pública. E investiu em aparato tecnológico, que destaca-se no país, a exemplo do Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, que ampliou a capacidade de monitoramento e resposta a ocorrências em tempo real.

O estado também avançou na repressão e prevenção a casos de feminicídios, com programas sociais e ações específicas, como a Operação Átria, a maior já realizada no país no combate à violência contra a mulher. Esta operação, conduzida pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, realizou mais de 700 diligências, sete prisões e duas apreensões de menores.

A integração é palavra de ordem e um diferencial em Rondônia. A força-tarefa da Segurança Pública, que inclui patrulhamento policial e apoio aerotático, realiza operações conjuntas que resultam em diversas prisões e apreensões. Rondônia também conta com um trabalho de análise criminal detalhado, que tem sido fundamental para aplicação da justiça no estado.