Flor da Primavera: tradição de 37 anos no Arraial Flor do Maracujá, em Porto Velho

0
45

A agremiação Flor da Primavera foi criada em 1986, no Bairro Cidade do Lobo. Inicialmente chamada Flor de Bananeira, mudou de nome no mesmo ano. Antônio José Pereira, presidente por 28 anos, liderou a quadrilha que entrou no Arraial Flor do Maracujá em 1986, e se tornou campeã em 1987, seu único título. Os ensaios acontecem de segunda a sexta-feira, na quadra da Escola Estadual Tancredo Neves, zona Sul, em Porto Velho. A apresentação no Arraial Flor do Maracujá será na quarta-feira, 26 de junho, às 23h. O evento, realizado pelo governo do estado, está em sua 40ª edição, e ocorre de 21 a 30 de junho no Parque dos Tanques.

Maria Silva é a presidente da agremiação
Maria Silva é a presidente da agremiação

A presidente da agremiação, Maria Silva destacou acerca da festividade. “Gostaria que a sociedade tivesse um olhar mais generoso aos que fazem a cultura popular. “Estudamos, trabalhamos, e ensaiamos  porque amamos a cultura,”  pontuou.

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, o Arraial Flor do Maracujá é um patrimônio cultural de Rondônia. Ele não só preserva as tradições, mas também fortalece o turismo e a economia local.

Segundo o titular da Secretaria de Estado da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel), Júnior Lopes,  a trajetória histórica do Arraial demonstra a relevância da 40ª edição do Arraial como instrumento para promoção e preservação da manifestação cultural para Rondônia.  “É fundamental que o estado possibilite a visibilidade aos talentos que temos no estado. O Flor do Maracujá, na sua 40ª edição é mais um espaço aos artistas locais para fortalecer a cultura com uma identidade artística”, evidenciou.