As Panteras ganha série brasileira pela Sony

Produção terá roteiros de ex-atriz da Globo

57

A Sony Pictures Television anunciou, na quinta-feira (9), que irá produzir uma nova série derivada de As Panteras, famosa franquia lançada nos anos 1970. O destaque, no entanto, ficou para a versão da história das agentes especiais, que será brasileira e em pegada mais teen (adolescente) — lembrando muito o famoso seriado Três Espiãs Demais, desenho que a geração dos anos 2000 deve se lembrar.

A série brasileira de As Panteras: 

  • Conforme divulgado pelo Deadline, a atriz e roteirista Suzana Pires (Sol Nascente) será responsável pela produção;
  • A história acompanhará três adolescentes de diferentes origens e realidades recrutadas para uma escola de espiãs;
  • Por ora, não há informações sobre distribuição nem elenco (mas usará, claro, artistas nacionais);
  • Segundo reportagem da Veja, a produção terá como foco o público infantojuvenil.

Em comunicado oficial, o produtor Joe D’Ambrosia afirmou que a produção se apoia em “uma narrativa cheia de ganchos, mas que se mantém verdadeira à premissa original do seriado: mistério, aventura, comédia e o empoderamento de jovens garotas.

A série original de As Panteras, que ficou no ar de 1976 a 1981, marcou gerações, levando Farrah Fawcett, Kate Johnson e Jaclyn Smith ao estrelato — ao mesmo tempo em que transformou o trio em sex symbols da época.

A produção foi adaptada e revitalizada a partir dos anos 2000, com a chegada dos longas As Panteras e As Panteras: Detonando, lançados em 2000 e 2003. Consolidando as atrizes Lucy Liu, Drew Barrymore e Cameron Diaz, os filmes faturaram mais de US$ 520 milhões nas bilheterias mundiais, sendo considerado o maior sucesso da franquia.

Mais recentemente, no entanto, um remake da saga com Kristen Stewart, Elizabeth Banks e Ella Balinska não agradou nada os fãs das produções anteriores. Lançado em 2019, o filme faturou pouco mais de US$ 70 milhões.