Aeroportos regionais de RS e SC receberão até 116 voos, diz ministro

Medida foi tomada em razão da interdição do aeroporto de Porto Alegre

45

O ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, informou que os aeroportos regionais no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina devem receber até 116 voos semanais por conta da interdição do aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre.

Os voos serão recebidos pelos seguintes aeroportos das seguintes regiões:

  • Canoas, RS (35 voos semanais);
  • Caxias do Sul, RS (25 voos semanais);
  • Florianópolis, SC (21 voos semanais);
  • Passo Fundo, RS (16 voos semanais);
  • Jaguaruna, SC (7 voos semanais).
  • Pelotas, RS (5 voos semanais);
  • Uruguaiana, RS (3 voos semanais);
  • Santo Ângelo, RS (2 voos semanais);
  • Santa Maria, RS (2 voos semanais).

Segundo o ministro, será montada uma operação na Base Aérea de Canoas para o transporte de passageiros. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou até cinco voos diários. A expectativa é de que as operações se iniciem nesta segunda-feira (13).

Segundo Costa, a partir de sexta-feira (10), os voos já estarão disponíveis “no interior do estado para que as passagens já possam ser compradas”.

Então, esse é o primeiro plano emergencial… Naturalmente, de acordo com a oferta e a demanda, isso tende a ir crescendo, a ir se ampliando para que a gente possa avançar no fortalecimento da malha aérea regional do Rio Grande do Sul, sobretudo nesse momento desafiador

Aeroporto fechado

Na segunda-feira (6), a concessionária Fraport, que administra o aeroporto de Porto Alegre, informou a suspensão dos pousos e decolagens no terminal.

O aeroporto Salgado Filho foi afetado pelas fortes chuvas que atingiram o estado nos últimos dias. De acordo com o ministro, ainda não há previsão para a liberação do terminal.

“A ideia é que a Fraport possa montar toda a operação logística do aeroporto nos próximos dias: o raio X, a escadaria para se descer do voo e a segurança aeroportuária”, explicou o ministro.

Altura da água

Costa também informou que a água dentro do aeroporto de Porto Alegre está em 2,5 metros de altura. A previsão é de que seja feita uma avaliação dos danos causados após as águas baixarem.

“A gente está com a pista, iluminação, pátio completamente alagado. Paralelamente toda parte interna do aeroporto, toda a parte de esteira, de loja, todo operacional do aeroporto está debaixo de água”, afirmou o ministro.

Costa também informou que a concessionária está ampliando a segurança no aeroporto Salgado Filho evitar possíveis saques.