Chuvas no RS: operações no aeroporto de Porto Alegre estão suspensas até 30 de maio

Terminal aéreo na capital gaúcha está fechado por conta da pior enchente da história da cidade

62

A concessionária Fraport, que administra o aeroporto de Porto Alegre (RS), emitiu um comunicado nesta segunda-feira (6) informando que os pousos e decolagens no terminal estão suspensos até o dia 30 de maio.

A empresa informou que “para cumprir a legislação aeroportuária, hoje (6/5), foi emitido um NOTAM (Notice to Airman) com data final em 30/5, que se trata de um documento, reconhecido internacionalmente, que tem a finalidade de divulgar alterações e restrições temporárias que possam ter impacto nas operações aéreas”.

“Este aviso se destina às empresas e instituições relacionadas à aviação e pode ser alterado a qualquer momento. Esclarecemos que não há previsão de retomada das operações”, diz a concessionária.

A Fraport orienta aos passageiros tiverem voos programados com origem ou destino a Porto Alegre que procurem as companhias aéreas para obter informações adicionais.

A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) as empresas associadas à entidade “cancelaram os voos com origem e/ou destino para Porto Alegre e flexibilizaram as regras de remarcação e reembolso”. “Os passageiros devem entrar em contato com a companhia aérea para remarcação ou reembolso dos bilhetes com origem e/ou destino para a capital gaúcha.”

A entidade acrescenta que os aeroportos das cidades de Passo Fundo, Caxias do Sul, Pelotas e Santo Ângelo estão operando, “mas podem ser impactados pelas condições meteorológicas no estado”.

Aeroporto está alagado

O aeroporto Salgado Filho foi afetado pelas fortes chuvas que caíram sobre o Rio Grande do Sul nos últimos dias. A capital gaúcha, Porto Alegre, enfrenta a pior enchente de sua história.

Fotos tiradas no último domingo (5) mostram que a água tomou conta da pista e chegou a atingir a área destinada a hangares.

No interior do terminal, o nível da água chegou nos degraus de escadas rolantes e inviabilizou o acesso ao posto da Polícia Federal. Assentos também ficaram comprometidos.