Invasores transferiram dinheiro que seria usado para fazer pagamento de servidores

O caso está sendo investigado pela polícia. Valores não foram divulgados

100

Os invasores que invadiram o Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi) desviraram recursos que seriam usados para o pagamento de servidores públicos federais. De acordo com a Globonews, parte do dinheiro foi recuperado. Não há informações sobre valores.

A Polícia Federal (PF)  investiga os responsáveis pela invasão. Um inquérito foi instaurado pela PF, que, em nota., disse que iniciou a apuração no dia 5 de abril quando soube do caso, e desde então vem conduzindo as diligências em segredo de justiça. A investigação conta com apoio da Abin, que atua no rastreio dos suspeitos.

Após o episódio, o Tesouro Nacional, responsável pela gestão do sistema, implementou medidas adicionais de segurança para autenticar os usuários habilitados a operar o sistema e autorizar pagamentos.

Por meio de nota, a o Ministério da Fazenda afirmou que o episódio não configura uma invasão, “mas sim uma utilização indevida de credenciais obtidas de modo irregular”. Funcionários públicos responsáveis pelas credenciais serão ouvidos.