Queijeiras transformam curso em oportunidade de negócio e vencem prêmio

131

O Curso de Promoção Social do Senar Sergipe tem sido uma fonte de transformação para mulheres no sul sergipano. Este mês de março, contamos a história desse grupo de mulheres decididas a mudar a própria história, com a ajuda do Senar Sergipe, elas tiveram uma grande oportunidade.

O curso de Boas Práticas na Fabricação de Queijos Artesanais ocorreu em agosto de 2023, no município de Tomar do Geru, com a mobilização da Sala do Produtor Rural de Tobias Barreto. Desde então, a produção de queijos e produtos lácteos se tornou a principal fonte de renda dessas mulheres, que logo começaram a comercializar os produtos que aprenderam a fazer.

“Após o curso, decidimos participar da tradicional Festa do Carro de Bois, em Tomar do Geru. Organizamos tudo e em questão de minutos todos os produtos que levamos foram vendidos”, explicou Tânia Maria, uma das queijeiras do grupo.

Sempre em busca de melhorar a qualidade dos produtos, elas investiram os lucros em tecnologia para a produção. Com isso, adquiriram uma prensa. “Estamos constantemente aprimorando a qualidade do nosso produto, desde a compra do leite diretamente dos produtores da comunidade até a aquisição de novas tecnologias de produção. Antes utilizávamos uma prensa bastante rudimentar, agora contamos com uma de material em inox. Antes produzíamos 8 peças de queijo, agora já produzimos 14 por vez”, destacou a queijeira Adirânia Santos Oliveira.

Maria Eugênia, Michele Reis, Jeane Correia dos Santos, Tânia Maria, Irenilde Alves, Adirânia Santos Oliveira e Beatriz Oliveiras são as queijeiras que produzem os Queijos Vale do Rio Real no Assentamento Dom Oscar Romero. É na fazenda sede que elas se reúnem para a produção. “A produção de queijos mudou a minha rotina e cada queijo que produzimos é como um sonho realizado. Agora queremos crescer cada vez mais”, reflete Michele Reis.

O sucesso das vendas dos queijos em eventos foi tão grande que elas decidiram participar do I Concurso de Queijos – Regional Sealba, realizado pelo Senar/SE, durante o Sealba Show, em fevereiro de 2024. Elas ganharam o concurso na categoria de queijo fresco de coagulação enzimática (coalho), dessorado ou não, com sal ou sem sal classificado, e receberam o selo SUPER OURO.

O prefeito de Tomar do Geru, Pedrinho Balbino, participou da entrega do certificado oficial e demonstrou orgulho pelo resultado. “As mulheres do Assentamento Dom Oscar Romero acreditaram no seu potencial após a qualificação e hoje produzem o melhor queijo de Sergipe, sob a avaliação do Concurso de Queijos realizado no Sealba Show, em Itabaiana”, enalteceu orgulhoso.

A coordenadora da Assistência Técnica e Gerencial do Senar Sergipe, que faz parte da Comissão Organizadora do concurso, lembra que o objetivo é exatamente fomentar o empreendedorismo e melhorar a qualidade dos produtos.

“Hoje sentimos que temos nossa liberdade, que podemos nos tornar a cada dia pequenas empresárias, mulheres empreendedoras, e vamos buscar nosso lugar ao sol”, lembrou Adirânia.

O presidente do Sistema Faese/Senar, Ivan Sobral, reforça a missão do Senar em todas as suas frentes de qualificação profissional, assim como a missão de promoção social. “A Promoção Social do Senar é um conjunto de atividades com enfoque educativo que possibilita ao produtor rural ou trabalhador rural e suas famílias a aquisição de conhecimentos para desenvolver habilidades pessoais e sociais, além de mudanças de atitudes. Isso foi exatamente o que aconteceu com essas mulheres, favorecendo uma melhor qualidade de vida e participação na comunidade rural.”

Confira mais sobre as queijeiras de Tomar do Geru/SE