Sancionada lei que institui Dia Nacional da Saúde Única

Celebrada no dia 3 de novembro, data ressalta relação entre as saúdes animal, humana e ambiental

47

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, sancionou, nesta segunda-feira (8), a Lei 14.792/24 que institui o Dia Nacional da Saúde Única. A data, que será celebrada anualmente em 3 de novembro, busca conscientizar a sociedade e promover ações relacionadas à relação indissociável entre as saúdes animal, humana e ambiental.

O texto da lei destaca que a Saúde Única é uma abordagem que valoriza a interação entre humanos e animais em um ambiente e que qualquer alteração nestas relações provocará desequilíbrios e, consequentemente, a propagação de doenças.

“A Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) estima, por exemplo, que 60% de todos os patógenos que afetam os humanos são zoonoses, isto é, doenças infectocontagiosas que podem ser transmitidas dos animais para os seres humanos. Assim, muitas doenças podem ser melhor prevenidas e combatidas por meio da atuação integrada entre a medicina veterinária, a medicina humana e outros profissionais de saúde”, descreve o projeto agora sancionado.

A lei que institui o Dia Nacional da Saúde também é assinada pelas ministras da Saúde, Nísia Trindade, e da Igualdade Racial, Anielle Franco.