Daniel Alves decide punir ex-esposa mesmo da cadeia

98

Completando dez meses de prisão nesta segunda-feira (20), acusado de agressão sexual a uma jovem de 23 anos em uma boate de Barcelona, na Espanha, o lateral Daniel Alves parece estar longe de encerrar as polêmicas de sua vida pessoal. Em nota enviada à imprensa, o ex-São Paulo informou que processará sua ex-esposa.

Antes considerada a maior defensora do jogador fora da cadeia, a empresária Dinorah Santana verá o ex-marido entrar com um processo na Justiça após ela declarar que ele “tinha histórico de ausência” em relação aos dois filhos do antigo casal: Daniel, de 17 anos, e Vitória, de 16.

Na nota, os advogados de Daniel Alves informaram que apenas uma das partes envolvidas na discussão está expondo situações sem dar a chance da outra apresentar a possibilidade “do contraditório” e “da ampla defesa”. Ainda no documento, os advogados do brasileiro chegaram a afirmar que Dinorah estaria “agindo como vítima”.

“Caberá ao Judiciário analisar e julgar as demandas (…). Solicitamos que seja concedido o direito de resposta a todas e cada uma das acusações formuladas pela senhora Dinorah Santana contra o senhor Daniel Alves da Silva”, afirmou a nota.

Ex-esposa já respondeu Daniel Alves

Primeira esposa de Daniel Alves e mãe dos dois filhos do jogador, Dinorah Santana não perdeu tempo e já respondeu a ação levantada pela defesa do ex-marido. Também em nota, a empresária voltou a afirmar que o jogador tem um histórico de ausência em relação à filha.

“Em vista da situação, Dinorah vai tomar as medidas legais necessárias para proteger a filha e resguardar sua integridade emocional e reputação. Ela reforça que ações como essa, especialmente feitas de forma pública, causam impactos diretos na vida de menores de idade e reivindica o respeito e a privacidade que sua filha merece”, disse.