Cursos profissionalizantes qualificam famílias para o mercado de trabalho

0
173

Os cursos gratuitos ofertados pelo Instituto Estadual de Desenvolvimento da Educação Profissional – Idep estão reunindo integrantes de uma mesma família nas salas de aula da instituição de ensino profissionalizante. Depois que o Governo de Rondônia priorizou a qualificação da mão de obra como uma política pública, ou seja, um benefício acessível para quem quer se preparar para o mercado de trabalho, houve um crescimento vertiginoso de cidadãos  interessados em atualizar o currículo.

Com modalidades presencial, remota e apostilada, se tornou mais fácil a formação profissional para quem quer ocupar postos de trabalho ou abrir o próprio negócio. Para o governador do Estado, Marcos Rocha, essa facilidade em se qualificar ao lado de familiares pode representar uma significativa colaboração para o orçamento familiar. “A gestão estadual fortalece a geração de emprego e renda no intuito de beneficiar a comunidade, garantindo o progresso econômico e o desenvolvimento social”, frisou.

INSPIRAÇÃO

Foi com o objetivo de reunir membros da família em um mesmo propósito, isto é, buscar juntos novos horizontes,  que a empreendedora da beleza, Ana Carla da Silva Colares, convidou o filho Bruno Colares e a esposa Danielly Gil de Sousa, para  ingressarem  no Curso de Massagem para os Pés ministrado na Escola Móvel de Imagem Pessoal.

Ao fazer o curso no início do ano, a manicure e pedicure que atende na própria casa tinha o intuito de agregar mais serviços para ofertar aos seus clientes, e agora oferece a novidade do SPA dos pés. “Presto um atendimento diferenciado”, orgulha-se a empreendedora, que ainda é cabeleireira e massoterapeuta. Seu dinamismo  inspirou o filho. “Descobri que tinha vocação para mais uma atividade profissional”, pontuou Bruno Colares.

Para a moradora do bairro Costa e Silva na Capital,  Adriana Benígno dos Santos, os conhecimentos gerados pelo Idep tiveram início ao matricular-se no curso de Excel Avançado. Convidou a filha, Ana Cristina, de 16 anos, para se atualizar sobre o editor de planilhas. Satisfeitas com o nível de aprendizagem, motivaram o pai Humberto Bessa Júnior e o  caçula Gabriel Adriano, 15, a se inscreverem em outro curso do Idep. Todos participaram, no semestre passado, do curso Técnicas em Negociação cujo conteúdo ainda é colocado em prática quando precisam chegar a um consenso diante de alguma questão.

ENCONTRO DE GERAÇÕES

Além de reunir parentes no momento da construção do saber, a educação profissional está aproximando gerações. Com mais de quarenta anos de diferença na idade, a advogada Maria Celi Oliveira de Souza, de 66 anos e Maria Eduarda França Andrade, de 23, avó e neta, fazem o Curso Técnico em Recursos Humanos – RH na mesma sala de aula. Optaram por RH devido à  importância  dada às relações interpessoais.

A advogada acredita que o curso a capacita ainda mais para gerir o seu escritório de advocacia, e atender de forma mais eficiente a clientela. “Não há uma idade para estudar e fazer o que se gosta”, ensina. Desde cedo, Maria Eduarda ouviu seus  conselhos e hoje, comemora o fato  de compartilhar com professores e a própria avó, novos ensinamentos que lhe serão úteis para o resto da vida. “Estou fazendo esse curso por causa do aprendizado em uma das áreas mais importantes dentro de uma empresa. Isso só foi possível pelo fato de a instituição ser totalmente inclusiva”, declarou.

A acessibilidade que a formação profissional está tendo em Rondônia é destacada também  pelo casal Humberto e Adriana. Ambos são gratos pela chance de estudarem  na companhia dos filhos. O pai resume: “Conhecimento é poder”. Já a mãe  reflete: “Família que aprende unida alça voos mais altos”.