Três capitais batem recorde de calor para 2023; até o fim de semana, outras oito devem superar suas marcas

Segundo o serviço de meteorologia Climatempo, a onda de calor que atinge boa parte do país deve alcançar seu ápice nos próximos dias.

171

Três capitais brasileiras (Campo Grande, Boa Vista e Goiânia) bateram seus recordes de calor para o ano de 2023 nesta quarta-feira (20). Outras oito também devem superar suas marcas até o fim de semana, quando a onda de calor deve atingir seu ápice. As informações são do serviço de meteorologia Climatempo.

  • Em Campo Grande, a temperatura máxima registrada na quarta foi de 36,0ºC. O recorde anterior de calor em 2023 tinha sido de 35,2ºC.
  • Em Goiânia, o Inmet registrou 38,3ºC. O recorde anterior foi de 37,7ºC, em 13 de setembro.
  • Em Boa Vista, os termômetros marcaram 40,6ºC. O recorde anterior era de 40,1ºC, nos dias 9 e 15 de setembro.

“É possível até que ocorram recordes históricos para setembro e até mesmo recordes absolutos de calor”, diz a Climatempo.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informou que o Distrito Federal também teve a tarde mais quente do ano nesta quarta-feira: a estação meteorológica na região administrativa do Gama (no entorno de Brasília) registrou 34,6ºC.

🥵 E as temperaturas devem subir ainda mais nestas três capitais, que podem voltar a quebrar novos recordes nos próximos dias.

🌡️ Veja as capitais que podem registrar recordes de calor no fim de semana, segundo a Climatempo:

  • Curitiba: até 35ºC
  • São Paulo: até 38ºC
  • Rio de Janeiro: até 41ºC
  • Belo Horizonte: até 36ºC
  • Vitória: até 36ºC
  • Campo Grande: até 39ºC
  • Cuiabá: até 43ºC
  • Goiânia: até 38ºC
  • Brasília: até 34ºC
  • Palmas: até 40ºC
  • Teresina: até 40ºC

Série histórica

No começo desta semana, o Inmet divulgou a série histórica com as maiores temperaturas já registradas em cada uma das capitais:

Temperatura acima de 35ºC

O aumento da intensidade da onda de calor que afeta o Brasil fez o Inmet aumentar o nível do alerta e colocar mais estados sob um aviso de “grande perigo” por causa das temperaturas acima da média. O mais recente alerta do Inmet é da categoria “vermelho”, que significa “grande perigo”.

Ao todo, são nove estados sob o alerta: Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Pará, Goiás, Mato Grosso do Sul e Tocantins.

Nesta quinta-feira (21), os termômetros podem bater 35ºC ou mais em onze capitais. Em duas delas, Palmas (TO) e Cuiabá (MT), a previsão aponta para 40ºC.

  • Boa Vista: 36ºC
  • Campo Grande: 37ºC
  • Cuiabá: 40ºC
  • Goiânia: 37ºC
  • Macapá: 35ºC
  • Manaus: 36ºC
  • Palmas: 40ºC
  • Porto Velho: 37ºC
  • Rio Branco: 35ºC
  • Rio de Janeiro: 35ºC
  • Teresina: 39ºC

👉 A elevação dos termômetros tem relação direta com o El Niño muito mais rigoroso neste ano e com a Crise do Clima (causada pela emissão de gases de efeito estufa), que torna os eventos climáticos extremos mais comuns. Clique aqui para ler mais sobre o tema.