Agevisa inicia campanha “Vacina na Escola” em parceria com as secretarias de Educação e Saúde, em Porto Velho

183

A campanha de vacinação “Vacina na Escola” tem como público-alvo, crianças e adolescentes na faixa etária de 5 a 19 anos e a comunidade escolar, objetivando a atualização da carteira vacinal. A iniciativa tem respaldo na política do Governo Federal, por intermédio do Programa Saúde na Escola, coordenado em Rondônia pela Agência Estadual de Vigilância em Saúde – Agevisa, em parceria com as secretarias municipais e estadual de Educação e Saúde.

Segundo o governador Marcos Rocha, o Governo do Estado está reestruturando salas de vacinas nos 52 municípios, adquirindo e equipando redes de frio. “A nossa gestão vem implementando planos de cuidados com a imunização do cidadão. A ida das equipes do Estado e do Município à escola, trata-se de mais um trabalho que não cessa na busca pelo aumento da cobertura vacinal, principalmente porque queremos nossa população com segurança sanitária”, salientou.

A atividade de vacinação nas escolas da campanha “Vacina na Escola”, coordenada pela Agevisa, tem sua primeira atuação marcada para sexta-feira (26), em três escolas de Porto Velho: Colégio Militar D. Pedro II, antigo Petrônio Barcelos, Escola Estadual Flora Calheiros Cotrim, e a Escola Municipal Engenheiro Wadih Darwich Zacarias.

Com a iniciativa, a Agência evita que as pessoas adoeçam por agravos que podem ser evitados com a vacina. Para o diretor-geral da Agevisa, Gilvander Gregório de Lima, é importante a aproximação junto aos profissionais que atendem com serviços de imunização e informação segura.

“Queremos provocar uma onda vacinal. Colocaremos equipes de imunização para atender estudantes e comunidade escolar. Levaremos a visita do ‘Zé Gotinha’ e a ‘Maria Gotinha’ para dar visibilidade à campanha, reduzindo as dúvidas sobre a segurança e eficácia das vacinas, acesso aos imunizantes e consequentemente à saúde pública”, evidenciou.

A campanha “Vacina na Escola” pretende iniciar um trabalho de vigilância em saúde, no ambiente estudantil. A coordenadora estadual do programa Saúde na Escola da Agevisa, Maria Inês Fernandes, informou que, o projeto é um avanço no atendimento à comunidade com a vigilância em saúde. “Vamos também falar didaticamente e prestar esclarecimentos sobre a relevância da imunização completa, necessária para evitar a entrada e retorno de doenças em nosso Estado”, relatou.

A gerente técnica de epidemiologia, Arlete Baldez disse que essa campanha vacinal, na escola, faz parte de uma “abrangente proposta para aumentar as coberturas vacinais e minimizar os riscos de reintrodução de doenças já controladas ou eliminadas. São ações amplas, integradas e coordenadas entre os três níveis de gestão”, finalizou.