Vacinação antirrábica inicia no condomínio Bairro Novo

Os atendimentos de imunização dos animais seguem até o dia 22 de março

89

Buscando fortalecer e intensificar ações de combate ao vírus da raiva, a Prefeitura de Porto Velho iniciou nesta terça-feira (14) a campanha de vacinação antirrábica no condomínio Bairro Novo. Os atendimentos de imunização dos animais seguem até o dia 22 e a expectativa da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) é imunizar 800 animais.

A campanha é realizada pela Divisão de Controle de Zoonoses em Animais Domésticos e Sinantrópicos (DCZADS) e foi pensada de forma estratégica para atender moradores que estão longe da unidade principal de vacinação. Apesar disso, as ações de vacina antirrábica são ofertadas de forma permanente de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na Unidade de Controle de Zoonoses, localizada na avenida Mamoré, 1120, bairro Cascalheira.

Para Maria Orminda, síndica do condomínio, a vacinação é fundamental para a proteção tanto dos seus bichinhos de estimação como da população. A síndica ainda ressalta os benefícios que a parceria traz.

Imunização deve ser feita anualmente para assegurar a proteção

“A campanha é muito importante para prevenir nossos animais e proteger os moradores em casos de ataques fatais. Devido à distância do condomínio, trazer a campanha para dentro dos residenciais facilita o acesso à vacina e garante uma proteção maior”, afirma a síndica.

De acordo com o médico veterinário da Semusa, Alexandre Farahildes, a prevenção contra a raiva é indispensável uma vez que o vírus é fatal.

“A raiva é uma doença infecciosa que pode ser transmitida aos seres humanos por animais infectados. O vírus é transmitido principalmente por mordidas, arranhões e lambidas de animais doentes. A vacina é a única opção para prevenir esta doença. Não queremos ter óbitos, por isso é importante estabelecer medidas para o combate da doença”, relata o médico veterinário.

A imunização deve ser feita anualmente para assegurar a proteção tanto nos animais quanto para os seres humanos. Para receber os imunizantes, os animais devem estar sadios e precisam ter mais de três meses de vida. Quem tem mais de dez animais em casa, pode realizar o agendamento para vacinação em domicílio. Para receber o serviço, a população deve entrar em contato pelo número: (69) 98473-6712 via WhatsApp e informar a quantidade de animais e o endereço completo.