Seas entrega kits do “Mamãe Cheguei” e cartão do “Crescendo Bem” no CRAS em Alta Floresta

0
164

Como parte das atividades do Governo Itinerante, que o governo de Rondônia realiza desde segunda-feira, 6 até  sábado, 11, na região da Zona Mata de Rondônia, a secretária de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social, Luana Rocha, participou nesta quinta-feira, 9 do início das atividades do Centro de Referência em Assistência Social – CRAS, em Alta Floresta d’Oeste. Construído em parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura Municipal, o CRAS foi inaugurado em junho de 2022. O investimento foi de R$ 400 mil, dos quais R$ 384,051 mil foram do Estado, oriundos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza – Fecoep, vinculado à Seas.

Por meio da Seas, o governo estadual assinou convênios com 18 municípios para a construção de 20 CRAS com recursos do Fecoep estimados em mais de R$ 7 milhões. Durante a inauguração da unidade de Alta Floresta, o governador, Marcos Rocha ressaltou a importância dos Centros de Referência por terem suas atividades voltadas às pessoas ou famílias em situação vulnerável. “Esse é um espaço para ser usado com a finalidade de ajudar a população no eixo social, e é resultado do esforço da Seas para ajudar os municípios com a construção”, explicou.

A primeira prefeitura a assinar convênio com o Estado, no ano de 2019, foi a de Rolim de Moura. A obra foi inaugurada em novembro de 2020. O principal critério para receber os recursos do convênio é a elaboração do projeto.

“Estamos felizes em acompanhar o funcionamento de mais um CRAS no Estado, onde são oferecidos diversos serviços de assistência social para a população. Eles são na verdade a porta de acesso a todos as ações e programas da Seas que tem por objetivo melhorar a vida da comunidade, em especial a que se encontra em situação vulnerável”, reforçou a secretária.

Luana Rocha aproveitou a visita ao CRAS para entregar kits enxoval para bebês do programa Mamãe Cheguei, que tem como novidade fraldas ecológicas, com mais durabilidade que as descartáveis; e cartão do programa Crescendo Bem, que garante R$ 100 mensais para as famílias que têm crianças até 3 anos (ou até 6 anos com deficiência) sendo atendidas pelo programa federal Criança Feliz.

Além de Alta Floresta e Rolim de Moura, foram assinados convênios entre o governo e as prefeituras de Porto Velho para a construção de três unidades; e uma para Primavera de Rondônia, Costa Marques, Parecis, Guajará-Mirim, Colorado do Oeste, Buritis, Cerejeiras, Machadinho d’Oeste, Cujubim, Cacoal, Rio Crespo, Nova Mamoré, Vale do Paraíso e Cabixi. Outros municípios deverão ser contemplados com a assinatura até o próximo ano.