CAPS I realiza ação com pacientes no Espaço Alternativo de Porto Velho

0
145

Para celebrar a campanha “Janeiro Branco”, que faz um alerta para os cuidados com a saúde mental da população, o Centro de Atenção Psicossocial Infantil (CAPS I) realizou na última sexta-feira (27), no Espaço Alternativo, uma ação especial com os pacientes, levando informação para os familiares e sociabilização para as crianças.

O CAPS I é especializado no acolhimento e tratamento de menores de 5 a 16 anos com distúrbios psicológicos como autismo, psicoses, neuroses graves e todos aqueles que, por sua condição psíquica, estão impossibilitados ou com dificuldades de manter laços sociais e familiares. O atendimento é feito via sistema de portas abertas, através de demanda espontânea, e também por meio dos encaminhamentos recebidos das unidades básicas de saúde.

Para a ação foi proposto um circuito psicomotor de forma lúdica com os pacientes, em alusão ao tema da campanha deste ano, chamada “A Vida Pede Equilíbrio”. Teve ainda ginástica laboral e uma roda de conversa entre os familiares e os profissionais da unidade. “Nosso objetivo era trabalhar algo ao ar livre, mostrar a socialização, uma atividade que propusesse a eles saírem de dentro de casa e do próprio CAPS”, explicou a terapeuta ocupacional, Moniere Ferreira de Souza.

Apesar da chuva que caiu durante o evento, o saldo final da ação foi considerado positivo pela diretora da unidade. “Foi uma troca interessante entre os familiares, que puderam compartilhar sentimentos e entender de forma mais clara os transtornos e como podemos trabalhá-los para o bom desenvolvimento dos pacientes”, disse Luzia Viana.

Elen Cristina Alves é mãe do Davi José, de 11 anos, e o menino tem Transtorno do Espectro Autista (TEA). Ela conta que o filho tem apresentado uma boa evolução com o acompanhamento. “Meu filho era um pouco diferente das outras crianças, até hoje ele tem certa dificuldade em conversar com as pessoas. Vamos completar um ano de acompanhamento e a gente vem percebendo o sucesso do desenvolvimento dele. Antes ele não se comunicava, e com as terapias da psicóloga, ele passou a conversar, brincar e interagir com outras crianças”, detalhou.

O CAPS I funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, na rua Dom Pedro II, 2687, São Cristóvão. Em 2022, mais de oito mil usuários se cadastraram na unidade, uma média de 200 novas admissões semanais. A população que deseja atendimento pode também buscar informações pelo telefone: (69) 98473-6436.