Conder aprova incentivo para indústria que vai se instalar na área de livre comércio em Guajará-Mirim

“As indústrias são essenciais para a economia do Estado, pois são responsáveis pela geração de novos empregos e renda, além de promover a transações que impactam diretamente no PIB”

52

A indústria será instalada na área de livre comércio em Guajará-Mirim

O Conselho de Desenvolvimento do Estado – Conder, realizado pelo Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico – Sedec, aprovou o incentivo tributário de 85% para uma empresa do segmento de acessórios de vestuário e outros, que em seu projeto se compromete em realizar R$1.2 milhão de investimento fixo. A aprovação aconteceu na última terça-feira, 20, durante a 80° reunião ordinária, realizada no Palácio Rio Madeira.

De acordo com o secretário da Sedec, Sérgio Gonçalves, a instalação de novas indústrias é de extrema importância para o desenvolvimento econômico de Rondônia. “As indústrias são essenciais para a economia do Estado, pois são responsáveis pela geração de novos empregos e renda, além de promover a transações que impactam diretamente no PIB”, destacou o secretário.

Para o governador de Rondônia,  Marcos Rocha, o Estado sempre estará trabalhando para facilitar as tratativas para instalação de novas indústrias. “Cada novo incentivo sendo aprovado é a representação de novas oportunidades para a nossa população, por isso devemos nos alegrar e continuar trabalhando para a atração de novos negócios para Rondônia”, ressaltou o governador.

FOMENTO

A indústria será instalada na área de livre comércio em Guajará-Mirim, que tem em seu projeto o início de investimento ainda em 2022 e finalização em 2027. O Conder aprova resoluções para o fomento do setor industrial e agroindustrial de Rondônia. São membros os titulares das seguintes instituições: Secretaria de Estado de Agricultura – Seagri; Secretaria de Estado de Finanças – Sefin; Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão – Sepog; Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental – Sedam; além da Federação de Agricultura e Pecuária de Rondônia – Faperon; Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Rondônia – Facer; Federação das Indústrias do Estado de Rondônia – Fiero; Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia – Fecomércio; Banco da Amazônia – Basa; Caixa Econômica Federal; e Banco do Brasil.

 

Texto: Ana Cláudia Barros
Fotos: Ana Cláudia Barros