Como transformar qualquer bicicleta em elétrica no Brasil

Já existem kits no Brasil que convertem qualquer bicicleta em e-bike

54

Você já deve ter notado que cada vez mais pessoas estão aderindo ao uso das bicicletas elétricas, especialmente nos grandes centros. A boa notícia para quem já possui uma bike convencional, é que não precisa investir em outra nova movida a bateria. Já existem kits menos caros no mercado nacional que convertem qualquer bicicleta em e-bike.

Nesse caso, o motor elétrico oferece mais velocidade e potência, especialmente quando o ciclista estiver percorrendo terrenos difíceis ou subindo ladeiras, algo bastante comum no Brasil.

No artigo abaixo, separamos algumas dicas e opções de kits que apresentam uma boa relação custo-benefício.

Quanto custa transformar uma bicicleta em elétrica?

Caso esteja pensando em apostar na ideia, saiba que a opção mais segura é optar por produtos vendidos no varejo nacional. A maioria conta com garantia e será mais fácil acionar o pós-venda em casos de problemas.

Logo de cara, é importante mencionar que os preços são variados, assim como o grau de dificuldade de instalação. O kit mais vendido no Mercado Livre hoje, por exemplo, sai por R$ 999, no entanto, sua instalação não é tão simples e depende de um certo conhecimento técnico.

Outra tendência que veremos aqui é a seguinte: alguns kits são vendidos sem a bateria, o componente (normalmente de 36 V ou 48 V) deve ser adquirido por fora e pode sair quase pelo valor do kit mencionado antes.

Vale a pena importar?

Depende. O AliExpress também oferece uma infinidade de opções. Um kit parecido com o do ML, por exemplo, sai na faixa dos R$ 300 sem o frete e também não acompanha bateria. O pacote vem com um controlador, um motor elétrico de 250 W, um acelerador de polegar, os cabos de instalação, algumas cintas de fixação, um estojo de armazenamento e o manual.

Como transformar qualquer bicicleta em elétrica.

Outra opção mais robusta, com o dobro da potência (500 W) e que substitui a roda frontal da bike já passa dos R$ 2.600 no e-commerce chinês. Ainda vale a pena, considerando que uma bicicleta elétrica nova pode passar dos R$ 8 mil no Brasil, no entanto, por conta do tamanho e peso, o envio só pode ser feito pela DHL e sai por mais de R$ 9,4 mil.

No fim, como vimos até aqui, ainda não temos dispositivos mais simples no Brasil que podem ser apenas acoplados na bike em poucos minutos. O que já é realidade no exterior. Duas opções inovadoras e fáceis de usar são o GeoOrbital e o Rubee, ambos disponíveis apenas por importação.

O primeiro também consiste em uma roda com motor e bateria na parte central, onde normalmente ficam os raios. A peça substitui a roda dianteira da bike e conta com motor elétrico de 500 W, bateria removível de 36 V, 50 km de autonomia e atinge até 32 km/h.

Como transformar qualquer bicicleta em elétrica.

Sua vantagem é a instalação em minutos e a compatibilidade com rodas de 26” e 29”. Uma recarga completa demora até 4 horas e a roda também é à prova de furos, ou seja, conta com uma espuma resistente em sua composição.

Como transformar qualquer bicicleta em elétrica.

Já o Rubee, é mais parecido com um conceito que mostramos aqui. Se trata de uma caixinha retangular que fica acoplada na bike e alimenta a roda traseira por meio de uma pequena roda de fricção. Sem dúvidas é o mais fácil de ser instalado. Sua autonomia é de 24 km e a velocidade máxima é de 25 km/h. Com potência de pico de 800 watts, a bateria do produto carrega em 2 horas.

Caso esteja disposto a importar, saiba que o GeoOrbital sai na faixa de US$ 900 dólares (R$ 4,6 mil), já o Rubee custa 529 euros (R$ 2,7 mil). Como vimos até aqui, ainda não temos dispositivos simples como o Rubee no Brasil, que podem ser acoplados na bike em minutos.

Diante dessa variedade de alternativas, a adaptação dependerá do seu orçamento. Dá para gastar um pouco mais e tentar economizar na instalação, por exemplo, ou pegar um kit mais acessível, uma bateria e procurar um profissional para converter a sua bike.

Outra dica importante é conhecer certas características da sua bicicleta antes mesmo de comprar qualquer dispositivo. Saber o tamanho da roda, diâmetro do tubo do assento, tipo de quadro e sistema de freio pode evitar dores de cabeça e possíveis incompatibilidades na hora da conversão.

Opção mais segura é comprar no Brasil

Algumas empresas brasileiras oferecem kits completos e com (ou sem) bateria. Fazendo uma pesquisa rápida, uma delas é a Tecbike. Seu kit menos caro oferece 350 W de potência e sai por R$ 2.500 (ou R$ 3.990 com a bateria). A Fitzz também oferece um kit com a mesma potência por cerca de R$ 3,3 mil só que sem a bateria.

Kit de conversão com bateria.

A última recomendação é pesar suas necessidades e investir no que funciona para o seu bolso. Caso prefira kits mais práticos, não precisa se preocupar muito com ferramentas. Agora, é partir para a instalação. A internet é sua melhor amiga aqui, não faltam tutorias no YouTube que podem te ajudar na conversão da sua bicicleta em elétrica.