Alex Jones, radialista que propagou fake news sobre massacre em escola nos EUA, é condenado a pagar cerca de R$ 5 bilhões em 2º julgamento

Ele mentia que não houve massacre na escola Sandy Hook, onde 20 crianças e 6 adultos foram assassinados. Jones afirmava que caso era uma armação para restringir acesso a armas no país.

43

Alex Jones, o radialista do programa de rádio dos Estados Unidos Infowars, foi condenado nesta quarta-feira (12) a pagar mais quase US$ 1 bilhão (cerca de R$ 5 bilhões) por dizer no ar que o massacre na escola de Sandy Hook, de 2012, era uma farsa inventada pelo governo americano.

De acordo com o jornal “New York Times”, o júri do segundo julgamento do caso considerou Jones culpado por difamação, após o apresentador passar anos acusando famílias das vítimas e outros envolvidos de serem atores. No ataque, 20 crianças e seis adultos foram assassinados.