Kiev, capital da Ucrânia, volta a ser alvo de ataques da Rússia, e dez morrem

Polícia diz que mísseis deixaram também 60 feridos, em um dos piores bombardeios à capital ucraniana desde o início da invasão russa ao país vizinho. Putin fala de retaliação após explosão de ponte russa na Crimeia, e G7 anuncia cúpula de emergência.

52

Depois de mais de três meses sem ataques, Kiev voltou a ser fortemente bombardeada pela Rússia nesta segunda-feira (10). Em uma das piores investidas contra a capital ucraniana desde o início da guerra no país, dez civis morreram e 60 ficaram feridos. Moscou atacou ainda outras cidades grandes do país, indicando uma nova fase de escalada da guerra que já dura sete meses e meio.

O presidente russo, Vladimir Putin, falou que os mísseis lançados nesta segunda-feira fazem parte de uma “forte resposta” que suas tropas farão ao bombardeio, no sábado (8), de uma ponte na Crimeia, a península ucraniana anexada pela Rússia em 2014 (leia mais abaixo)Putin acusou a Ucrânia pela autoria da explosão e ameaçou mais investidas.