Eleições: 30% dos candidatos a governador não concorrem em seu estado de origem

Em São Paulo, três candidatos nasceram fora do estado

48

Mais de 30% dos candidatos a governador no Brasil não estão concorrendo ao cargo em seus estados de origem. De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), analisados pela CNN, dos 223 candidatos ao governo do estado, 72 (32,28%) não nasceram no local em que estão disputando o cargo.

Segundo a análise, a mudança mais comum observada nessas eleições para governador foi a de candidatos que nasceram no Paraná e estão concorrendo para governar Rondônia. Ao todo, três representantes fizeram esse movimento.

Em seguida, estão os candidatos que nasceram em São Paulo e foram para disputar o pleito em Tocantins: dois. O mesmo acontece com quem nasceu na região paulista e agora tenta o cargo no Rio de Janeiro.

Ainda de acordo com o levantamento, dois candidatos nasceram no Paraná e agora concorrem no Mato Grosso, enquanto outros dois nasceram no Pará e agora tentam o governo estadual no Amazonas.

Dois candidatos saíram de Minas Gerais, onde nasceram, para tentar o cargo no Espírito Santo. Já outros dois, também mineiros, agora tentam se eleger no Distrito Federal.

Um estado que reflete essa tendência é São Paulo. Na eleição para governador no estado, dos dez candidatos que disputam o cargo, três nasceram em outro local: Altino Júnior (PSTU), originário do Maranhão, Gabriel Colombo (PCB), nascido em Minas Gerais, e Tarcísio de Freitas (Republicanos), que nasceu no Rio de Janeiro.

Debate

As emissoras CNN e SBT, o jornal O Estado de S. Paulo, a revista Veja, o portal Terra e a rádio NovaBrasilFM formaram um pool para realizar o debate entre os candidatos à Presidência da República, que acontecerá no dia 24 de setembro.

O debate será transmitido ao vivo pela CNN na TV e por nossas plataformas digitais.