Asteroide do tamanho de uma “baleia-azul” vai passar pela Terra nesta semana; existe risco?

55

Mais um enorme asteroide está se aproximando da Terra. Nesta sexta-feira (12), o 2015 FF, que possui entre 13 e 28 metros de diâmetro, deve passar pela terra a uma velocidade de aproximadamente 33 mil quilômetros por hora. Antes que você pense “é o fim”, calma. O asteroide vai passar a uma distância bastante segura daqui.

Apesar do tamanho assustador, equivalente a uma baleia-azul, o maior animal do mundo, o 2015 FF vai estar a cerca de 4,3 milhões de quilômetros da Terra, uma pechincha em termos astronômicos, mas o suficiente para não corrermos risco. Para se ter noção, essa é mais de 10 vezes a distância entre a Terra e a Lua.

Ainda assim, pela classificação da NASA, esse objeto pode ser considerado potencialmente perigoso. A agência considera qualquer objeto espacial que chegue a 193 milhões de km da Terra como “próximo” e qualquer objeto em movimento rápido dentro de 7,5 milhões de quilômetros como um “risco em potencial”.

Asteroide a caminho da Terra

Mas você deve estar pensando: se esses asteroides estão tão distantes de nós, qual o motivo de serem classificados como “potencial risco”? Apesar da distância, podem ocorrer mudanças de rotas inesperadas, como a colisão com outro asteroide ou a influência da gravidade de outro planeta. Esse cenário também é visto como extremamente improvável, mas potencialmente catastrófico.

Para efeitos de comparação, no dia 7 de julho o asteroide 2022 NF passou a apenas 90 mil quilômetros de distância de nós, uma distância muito menor que o atual, e ainda assim segura. Por tanto, sem pânico, não é hoje que seremos destruídos por um asteroide.

Pensando nisso, as agências espaciais criam estratégias para destruir potenciais alvos que possam vir a caminho da Terra. A Missão DART, da NASA, por exemplo, deve socar um asteroide nos próximos meses para avaliar se essa estratégia pode ser utilizada para mudar a rota do astro caso ele esteja vindo a caminho da Terra.