Ministério da Saúde lança Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação

Em Rondônia, mais de 135 mil crianças estão aptas a tomar a vacina contra a poliomielite.

85

A meta é vacinar, no mínimo, 95% das crianças de um a menores de cinco anos de idade contra a poliomielite e atualizar a situação vacinal das crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade 

O Ministério da Saúde lança a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação de 2022. A mobilização será realizada entre os dias 8 de agosto e 9 de setembro. Em Rondônia, mais de 135 mil crianças estão aptas a tomar a vacina contra a poliomielite. Em todo o país, aproximadamente 40 mil postos de vacinação estarão abertos para disponibilizar as doses das 18 vacinas que compõem o Calendário Nacional de Vacinação da criança e do adolescente. O objetivo é alcançar cobertura vacinal igual ou maior que 95% para a vacina de poliomielite na faixa etária de um a menores de cinco anos de idade, além de reduzir o número de não vacinados de crianças e adolescentes menores de 15 anos e melhorar as coberturas vacinais, conforme o Calendário Nacional de Vacinação.

Poliomielite 

Para a campanha contra a poliomielite o grupo-alvo são as crianças menores de cinco anos de idade, totalizando mais de 14.3 milhões de pessoas, sendo que as crianças menores de um ano de idade deverão ser vacinadas conforme a situação vacinal encontrada para esquema primário e as crianças de um a quatro anos deverão ser vacinadas indiscriminadamente com a Vacina Oral Poliomielite (VOP) desde que já tenham recebido as três doses de Vacina Inativada Poliomielite (VIP) do esquema básico.

Campanha

Entre as vacinas que estarão disponíveis nos postos na campanha estão: Hepatite A e B, Penta (DTP/Hib/Hep B), Pneumocócica 10 valente, VIP (Vacina Inativada Poliomielite), VRH (Vacina Rotavírus Humano), Meningocócica C (conjugada), VOP (Vacina Oral Poliomielite), Febre amarela, Tríplice viral (Sarampo, Rubéola, Caxumba), Tetraviral (Sarampo, Rubéola, Caxumba, Varicela), DTP (tríplice bacteriana), Varicela e HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano). 

Estarão disponíveis também, para atualização da caderneta de adolescentes, as vacinas HPV, dT (dupla adulto), Febre amarela, Tríplice viral, Hepatite B, dTpa e Meningocócica ACWY (conjugada). Todas as vacinas que integram o Programa Nacional de Imunizações (PNI), são seguras e estão registradas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

As campanhas de vacinação coincidirão com a realização da vacinação contra a Covid-19 em andamento. As vacinas Covid-19 poderão ser administradas de maneira simultânea ou com qualquer intervalo com as demais vacinas do Calendário Nacional de Vacinação, na população a partir de três anos de idade. 

A atualização da situação vacinal aumenta a proteção contra as doenças imunopreveníveis, evitando a ocorrência de surtos e hospitalizações, sequelas, tratamentos de reabilitação e óbitos. A mobilização nacional é uma estratégia adotada pelo Ministério da Saúde e é realizada com sucesso desde 1980.