Elon Musk pode transformar Twitter em clone do WeChat com pagamentos em criptomoedas

69

A novela da aquisição do Twitter por Elon Musk acaba de ganhar um novo capítulo nesta quarta-feira (18). O CEO da Tesla, que suspendeu temporariamente o acordo de compra da rede social, deu sinais de que o microblog pode se transformar em uma espécie de clone da plataforma chinesa WeChat, além de ganhar o suporte para pagamentos em criptomoedas. 

A declaração foi feita por Musk ao podcast ‘All-in’. Questionado sobre a possibilidade de o Twitter se tornar um “super aplicativo” com suporte para pagamentos em ativos como o Dogecoin, Musk usou como exemplo o modelo de negócio do WeChat.

“Se você está na China, você meio que vive no WeChat, ele faz tudo. É como o Twitter, além do PayPal e um monte de outras coisas. É realmente um excelente aplicativo”, disse. “Não temos nada parecido fora da China”.

twitter elon musk compra

Um app mais completo como esse, segundo o executivo, também ofereceria aos criadores de conteúdo um fluxo maior de receita ao permitir o uso de criptomoedas como meio de pagamento.

O tal super app, no entanto, não seria necessariamente um Twitter repaginado, e sim “algo criado do zero”, indicou o chefão da Tesla. “Pode ser algo novo, mas acho que essa coisa precisa existir”, disse, acrescentando que deve ser uma plataforma “confiável e inclusiva”.

“Queremos algo que seja incrivelmente útil e que as pessoas adorem usar”, finalizou. 

Defensor do Dogecoin

Vale recordar que Musk já falou antes em encontrar uma maneira de integrar o Dogecoin no Twitter. A ‘meme coin’, que já foi promovida pelo executivo em diversas oportunidades, vale atualmente US$ 0,085 segundo o CoinMarketCap.

Ações em queda

Na bolsa americana Nasdaq, os papéis do Twitter caíram quase 3% no início da tarde de hoje, valendo US$ 37,17 cada. Vale lembrar que o interesse de Musk pela aquisição da empresa fez as ações do Twitter alcançarem a marca de US$ 53 no dia 5 de abril.