VÍDEO: Pink Floyd volta após 28 anos com canção inédita em apoio à Ucrânia

Gravação traz a voz do cantor ucraniano Andriy Khlyvnyuk, que virou soldado, captada em uma praça de Kiev e posterior arranjo da banda inglesa

100

A lendária banda inglesa Pink Floyd voltou a lançar uma canção inédita após 28 anos. Desde o álbum “The Division Bell”, cuja sessões de gravação ainda renderam o “The Endless River”, de 2014, que os músicos não se reuniam para fazer algo inédito.

Trata-se de ‘Hey Hey Rise Up‘, uma espécie de colagem para a interpretação do cantor Andriy Khlyvnyuk, integrante da banda ucraniana Boombox e agora soldado da Defesa Territorial de seu país. O cantor postou um vídeo em sua conta do Instagram em que interpreta fardado e só, na Praça Sofiyskaya de Kiev, a canção de protesto ucraniana ‘The Red Viburnum In The Meadow’, escrita durante a Primeira Guerra Mundial.

Pink Floyd e o cantor ucraniano Andriy Khlyvnyuk. Créditos: Reprodução de Vídeo
Pink Floyd e o cantor ucraniano Andriy Khlyvnyuk. Créditos: Reprodução de Vídeo

O título da faixa do Pink Floyd é tirado da última linha da música ‘Hey Hey Rise Up‘ (Hey, hey, levante-se e alegre-se). O coral de abertura da canção é executado pelo grupo ucraniano VERYOVKA Folk Song and Dance Ensemble.

Toda a renda obtida com as execuções de ‘Hey Hey Rise Up’ vão para a ajuda humanitária ucraniana.

O Pink Floyd de volta

Na gravação, além da voz principal de Andriy Khlyvnyuk, estão os músicos originais do Pink Floyd, o guitarrista David Gilmour e o baterista Nick Mason acompanhados pelo baixista Guy Pratt, que já está com a banda há várias décadas, e também Nitin Sawhney nos teclados.

O guitarrista David Gilmour, que tem uma nora e netos ucranianos, afirmou sobre a gravação: “nós, como tantos, temos sentido a fúria e a frustração desse ato vil de um país democrático independente e pacífico sendo invadido e tendo seu povo assassinado por uma das maiores potências mundiais”.

Gilmour explica ainda como conheceu Andriy e sua banda Boombox. “Em 2015, fiz um show no Koko, em Londres, em apoio ao Belarus Free Theatre, cujos membros foram presos. Pussy Riot e a banda ucraniana Boombox também estavam na lista. Eles deveriam fazer seu próprio set, mas o vocalista Andriy teve problemas de visto, então o resto da banda me apoiou no meu set. Nós tocamos “Wish You Were Here” para Andriy naquela noite.

“Recentemente li que Andriy deixou sua turnê americana com o Boombox, voltou para a Ucrânia e se juntou à Defesa Territorial. Então eu vi esse vídeo incrível no Instagram, onde ele fica em uma praça em Kiev com esta linda igreja de cúpula dourada e canta no silêncio de uma cidade sem trânsito ou barulho de fundo por causa da guerra. Foi um momento poderoso que me fez querer colocá-lo em música”, encerra.

Enquanto os arranjos para a canção, Gilmour conseguiu falar com Andriy que estava em uma cama de hospital em Kiev, onde se recuperava de um ferimento por estilhaço de morteiro. “Toquei um pouco da música para ele na linha telefônica e ele me deu sua bênção. Nós dois esperamos fazer algo juntos pessoalmente no futuro”, disse.

Apoio à Ucrânia

Gilmour afirmou esperar que a gravação receba amplo apoio e publicidade. “Queremos arrecadar fundos para instituições de caridade humanitárias e elevar o moral. Queremos expressar nosso apoio à Ucrânia e, dessa forma, mostrar o que a maior parte do mundo pensa, ou seja, que é totalmente errado uma superpotência invadir o país democrático independente em que a Ucrânia se tornou”.

O vídeo de ‘Hey Hey Rise Up’ foi filmado pelo aclamado diretor Mat Whitecross e filmado no mesmo dia em que a faixa foi gravada. “Gravamos a faixa e o vídeo em nosso estúdio, onde fizemos todas as nossas transmissões ao vivo da Família Von Trapped durante o lockdown. É a mesma sala que fizemos o ‘Barn Jams’ com Rick Wright em 2007. Janina Pedan fez o set em um dia e Andriy cantou na tela enquanto tocávamos. Nós quatro tínhamos um vocalista, embora não alguém que estava fisicamente presente conosco”, disse Gilmour.

A capa

A obra da capa mostra uma pintura da flor nacional da Ucrânia, o girassol, do artista cubano Yosan Leon. A imagem é uma referência à mulher que foi vista em todo o mundo dando sementes de girassol para soldados russos e dizendo-lhes para carregá-las em seus bolsos para que, quando morrerem, os girassóis cresçam.