Porto Velho vai receber mais de R$ 200 milhões para investimentos

Anúncio foi feito durante o II Fórum dos Prefeitos e Vereadores de Rondônia

86

O dia de encontro para troca de experiências e aprendizados entre gestores públicos no II Fórum dos Prefeitos e Vereadores do Estado de Rondônia, encerrado na tarde desta sexta-feira (25), trouxe bons frutos à prefeitura de Porto Velho.

Durante o evento, o Governo de Rondônia anunciou que a Prefeitura de Porto Velho vai receber mais de R$ 200 milhões em recursos financeiros destinados à aplicação em diversas frentes de interesse público.

O Governo de Rondônia é o responsável pelo repasse e também organizador do evento que reuniu os representantes dos 52 municípios do estado.

De acordo com o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, neste repasse há uma correção de injustiça considerada histórica.

“Todos os governadores que passaram, lamentavelmente governaram de costas para Porto Velho. Hoje, Marcos Rocha, muda essa história e passa a construir uma nova história ao lado da nossa capital e dos 530 mil porto-velhenses. Em nome deles, muito obrigado”, disse o prefeito.

Prefeito afirma que o repasse é uma correção de injustiça considerada histórica

REPASSE

A cidade de Porto Velho foi contemplada com o montante de R$ 200 milhões em repasse de ações municipalistas. Serão realizadas através do projeto “Tchau Poeira”, com mais de 300 quilômetros em asfalto novo, além do projeto “Governo da Cidade”, com destinação à revitalização de espaços públicos e construção de pistas de caminhada.

ASSISTÊNCIA SOCIAL

Ainda foram entregues recursos do cofinanciamento estadual do Sistema Único de Assistência Social (Suas) para incremento temporário na execução de ações socioassistenciais em virtude da pandemia (covid-19), na ordem de R$ 1,240.800,00 milhão. O cheque foi entregue pela secretária de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas) e primeira-dama estadual, Luana Nunes de Oliveira Santos.

O prefeito Hildon Chaves agradeceu a iniciativa. “Saibam que todos esses recursos, que ultrapassam os R$ 200 milhões, são importantes e serão muito bem aplicados”, concluiu.