Anvisa autoriza novo produto medicinal à base de maconha

78

A Anvisa autorizou nesta 6ª feira (7.jan.2021) um novo medicamento à base de cannabis. O Extrato de Cannabis Sativa Greencare 79,14 mg/ml, da farmacêutica Greencare Pharma, age no sistema nervoso central podendo amenizar dores, crises causadas por síndromes neurodegerativas e doenças psiquiátricas.

Este é o 10º produto feito a partir da maconha autorizado pela Anvisa no Brasil. Todos são vendidos sob prescrição médica.

Confira a lista dos outros produtos disponíveis para compra no Brasil:

  • Canabidiol Prati-Donaduzzi (20 mg/mL; 50 mg/mL e 200 mg/mL);
  • Canabidiol NuNature (17,18 mg/mL);
  • Canabidiol NuNature (34,36 mg/mL);
  • Canabidiol Farmanguinhos (200 mg/mL);
  • Canabidiol Verdemed (50 mg/mL);
  • Extrato de Cannabis sativa Promediol (200 mg/mL);
  • Extrato de Cannabis sativa Zion Medpharma (200 mg/mL);
  • Canabidiol Verdemed (23,75 mg/mL);
  • Extrato de Cannabis sativa Alafiamed (200 mg/mL);
  • Extrato de Cannabis sativa Greencare (79,14 mg/ml).

Economia

A venda de Cannabis medicinal pode movimentar mais de R$ 2 bilhões até 2025 no Brasil. Até 2020, segundo relatório da Prohibition Partners, publicado em agosto de 2021, 23.121 pacientes brasileiros utilizavam produtos, farmacêuticos ou não, à base de Cannabis com fins terapêuticos. O número pode crescer mais de 11 vezes e chegar a 262.088 em 2025.

As estimativas da empresa de dados e inteligência sobre a planta indicam que há um enorme potencial para o mercado de Cannabis no Brasil. A Prohibition Partners afirma que o país é “de longe, o maior mercado da América Latina”. Mas, para isso, são necessários mais avanços legais sobre o tema.