Moradores do Orgulho do Madeira recebem ação de saúde nesta terça-feira (21)

Para receber atendimento não é necessário cadastro prévio

137

Levar a vacinação e assistência médica à população da capital de Rondônia, essa é a proposta da Prefeitura de Porto Velho, que tem intensificado os serviços e descentralizado os atendimentos, como é o caso da ação de saúde que acontece na próxima terça-feira (21), das 9h às 17h, no residencial Orgulho do Madeira, um dos mais populosos da cidade, com cerca de 16 mil habitantes. Os atendimentos acontecem na Escola Municipal Maria Francisca de Jesus Gonçalves.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), entre os serviços ofertados aos moradores da região estão vacinas contra a gripe (H1N1), para o público geral, incluindo crianças, e contra a covid-19; atualização do cartão de vacina para maiores de 12 anos, atendimento médico especializado para mulheres, orientação e planejamento familiar, agendamento para a colocação de DIU, laqueadura e vasectomia; e testes rápidos para covid-19 e Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST).

Segundo a secretária adjunta da Semusa, Marilene Penati, para receber atendimento não é necessário cadastro prévio. “As pessoas interessadas nos serviços de saúde que serão oferecidos nesta ação, não precisam fazer um cadastro ou agendamento, basta comparecer no local dos serviços com documentos em mãos”.

Serviços de saúde atenderão moradores do residencial

Marilene informa, ainda, que apenas no caso da colocação do DIU, laqueadura e vasectomia serão agendados, pois são realizadas na Maternidade Municipal Mãe Esperança.

COVID-19

Durante a ação, serão disponibilizadas as vacinas de 1ª e 2ª doses ao público a partir dos 12 anos, e 3ª dose para pessoas acima de 18.

Para receber a 2ª dose é necessário obedecer ao intervalo de 28 dias, e para a 3ª aplicação o intervalo é de 120 dias.

“É importante lembrar que a vacina da influenza pode ser tomada no mesmo momento em que tomar a vacina contra a covid-19. Então é importante aproveitar esse momento e se proteger contra essas doenças”, finalizou Marilene Penati.