Pelo menos dez capitais não terão Réveillon este ano; veja quais são

À CNN, prefeituras que cancelaram as festas disseram que a preocupação com a pandemia é o principal motivo para a decisão

100

Ao menos dez capitais brasileiras decidiram não realizar festa de Réveillon este ano devido à pandemia de Covid-19. O levantamento feito pela CNN confirmou que Campo Grande, Fortaleza, Macapá, Belo Horizonte, Salvador, São Luís, João Pessoa, Palmas, Curitiba e Teresina optaram pela não realização de eventos para celebrar a virada de 2021 para 2022.

A prefeitura de Curitiba, capital do Paraná, afirmou à CNN que não terá festa de Réveillon este ano, porém, enfatizou que a cidade já não tinha a tradição de celebrar a data com grandes eventos.

A capital catarinense, Florianópolis, realizará apenas a queima de fogos, sem evento na avenida Beira-Mar, para evitar aglomerações.

Já Aracaju, Porto Velho, Belém, Cuiabá, Vitória, Rio Branco, Recife e Vitória informaram que ainda não está definido se haverá ou não festa de Réveillon.

As prefeituras de Rio Branco e Brasília não confirmaram a informação sobre o Ano Novo até o fechamento desta reportagem.

Posto de vacinação no Museu Da República, no Catete, no Rio de Janeiro

Enfermeira mostra vacina contra a Covid-19 para mulher no Rio de Janeiro

Enfermeira do SUS aplica vacina contra Covid-19 em homem em sua casa na Rocinha, no Rio, em uma das rondas frequentes que profissionais de saúde fazem na comunidade para imunizar pessoas que não querem ir ao posto

Vacinação contra a Covid-19 em São Paulo

Enfermeira na campanha de vacinação contra a Covid-19 na Ilha de Paquetá, no Rio de Janeiro

Boris Johnson visita centro de vacinação contra a Covid-19 em Londres

Japonesa faz triagem para ser vacinada contra Covid-19

China vacina estudantes universitários contra a Covid-19

Alguns países já fazem a vacinação de adolescentes contra a Covid-19

Enfermeira aplica vacina em Dhaka, Bangladesh, que pretende imunizar 10 milhões em uma semana

Cidade de Aue-Bad Schlema, na Alemanha, distribui cachorros-quentes gratuitamente para quem apresentar o cartão de vacinação

Vacinação contra Covid-19 em Nova Délhi, na Índia

Homem de 45 anos é vacinado em posto drive-in na cidade de Bhubaneswar, na Índia

Vacinação contra a Covid-19 em prisão em Harare, Zimbabwe

Vacinação contra a Covid-19 em Dakar, no Senegal

Vacinação contra a Covid-19 em Bangcoc, Tailândia

Festas confirmadas

O Rio de Janeiro confirmou nesta segunda-feira (29) que manterá a tradicional queima de fogos na praia este ano, pelo menos por enquanto. A decisão  foi divulgada após reunião entre o Comitê Científico, que orienta a prefeitura do Rio de Janeiro em questões relacionadas à pandemia da Covid-19, e a Secretaria Municipal de Saúde.

As capitais Manaus, São Paulo, Porto Alegre, Maceió e Natal também informaram que a festa de Réveillon será mantida este ano.

Cancelamentos

À CNN, as prefeituras que cancelaram as festas este ano disseram que a preocupação com a pandemia e o surgimento de uma nova variante do coronavírus são os principais motivos para a decisão.

“Diante desse cenário de incertezas, de indefinições, principalmente pelo que estamos vendo na Europa, do aumento de novos casos, e principalmente agora, com a chegada de uma nova variante. Diante desse cenário de insegurança, não há como realizar um evento desta proporção. A gente entende que não é hora de correr risco nesse momento”, disse o prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM).

A prefeitura de João Pessoal afirmou que “a decisão foi tomada com o intuito de evitar aglomerações e a circulação de novas variantes da Covid-19, mesmo com o avanço da vacinação na capital”.

“Tomamos essa iniciativa por absoluta prudência, responsabilidade e respeito, de forma prioritária, à vida dos nossos irmãos cearenses. Não descansarei enquanto não vacinarmos toda a população cearense”, disse o governador do Ceará, Camilo Santana, durante transmissão ao vivo nas redes sociais.

“Temos enfrentado a pandemia com determinação. Com isso, diante do surgimento da nova variante do coronavírus, tomei a decisão de não realizarmos o Réveillon em São Luís. O momento nos pede prudência e responsabilidade. A nossa principal missão é cuidar das pessoas”, disse o prefeito de São Luís, Eduardo Braide, por meio das redes sociais.