Dep. Jair Montes elogia governador Marcos Rocha e critica secretários estaduais

Segundo o parlamentar, gestão do governador Marcos Rocha por enfrentar problemas que foram evitados por outros

53

A sessão da Assembleia Legislativa de Rondônia realizada na tarde desta terça-feira (16) contou com a participação deputado estadual Jair Montes(Avante) que agradeceu os parabéns pelo casamento da filha dele.

“Minha filha Larissa Montes casou, dia 14, e desejo muito sucesso para ela e o esposo Matheus. Ela me acompanhou em todos os momentos da minha vida, tristes e felizes. Sempre esteve ao meu lado”, disse.

Em seguida, ele lembrou que a capital, onde fica a base eleitoral dele, enfrenta grandes problemas e que todos os que concorrem para governar a cidade prometem resolver.

“Porto Velho tem um gargalo gigante. Todo candidato a prefeito que ganha a eleição promete solucionar duas questões. Uma é a rodoviária. Se eu for prefeito de Porto Velho, dizem, eu vou derrubar a rodoviária e construir uma nova. Nós temos rodoviária nova em Porto Velho? Não temos. É a mesma rodoviária e, cada dia, pior”, disse.

Outro assunto que, segundo o parlamentar, continua na pauta é questão dos resíduos sólidos produzidos pelos moradores da capital, e que nunca é resolvida.

“O candidato a prefeito fala: ‘se eu for prefeito eu vou acabar com o lixão e fazer um aterro sanitário’. Nós não temos um lixão e a situação, cada vez, pior”, afirmou.

João Paulo II

Jair Monte fez essa mesma comparação para o Governo estadual, onde, disse, todo candidato a governador promete um novo hospital para a capital e mais investimentos na saúde de Rondônia.

“O cidadão quando é candidato ao governo do Estado, ele fala o seguinte: ‘se eu for governador, eu prometo um novo hospital para vocês. Saúde para o rondoniense’. E aí, nós temos o mesmo João Paulo II e, cada vez, pior. O estado cresce e o João Paulo é o mesmo de 1991”, enfatizou.

O parlamentar falou também sobre colegas outros deputados que criticam a gestão do governador Marcos Rocha em relação à saúde estadual.

“Vejo aqui parlamentares que foram líderes de governo, da base aliada de governo, e de um governador que era médico. Governo que tinha obrigação de ter construído uma saúde de vergonha para Rondônia e fez o que? Um governador que ganhou mandato de senador, que é o bom velhinho chamado Confúcio Moura. Ele tinha a obrigação moral de fazer a saúde para o estado e não fez”, afirmou.

Jair Montes elogiou a gestão do governador Marcos Rocha por enfrentar problemas que foram evitados por outros.

“Parabenizo o governador Marcos Rocha por estar tendo coragem de mexer alguns gargalos que outros governadores não tiveram. Um deles é a questão novo Heuro(Hospital de Urgência e Emergência de Rondônia(Heuro). Ele foi licitado na bolsa de valores de São Paulo. Já tem empresa ganhadora para fazer. O Tribunal de Contas há três meses, segurou o processo. Eu falei e denunciei nessa casa, no dia da audiência pública, e recebi a ligação, na mesma noite, do conselheiro Paulo Cury falando que essa semana o conselheiro Crispim vai dar o parecer para liberar ou vetar de uma vez a construção do novo Heuro. Então, terça ou quarta-feira temos uma posição”, revelou.

Ao final da fala, Jair Montes, criticou duramente parte do secretariado do governador Marcos Rocha, dizendo que muitos não mostraram a que vieram para os rondonienses.

“O governador Marcos Rocha está eivado de secretários incompetentes que não servem para muita coisa. Padovani (Agricultura) não serve para muita coisa. O secretário da Sedam(Desenvolvimento Ambiental) tem muitas explicações para dar aqui nessa casa. Tem que ter secretário que dê andamento e serenidade para o povo de Rondônia” finalizou.