Sérgio Reis e Otoni de Paula são alvo de operação da PF autorizada por Moraes

Mandados de busca e apreensão autorizados pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) são cumpridos no Distrito Federal e em mais seis estados

206

O cantor Sérgio Reis e o deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) são alvos de uma operação da Polícia Federal (PF) autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta sexta-feira (20).

Os mandados atendem a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), e tem como objetivo apurar o eventual cometimento do crime de incitar a população, através das redes sociais, a praticar atos violentos e ameaçadores contra a democracia, o Estado de Direito e suas Instituições, bem como contra os membros dos Poderes.

Os mandados expedidos por Moraes são cumpridos no Distrito Federal (1), além dos estados de Santa Catarina (6), São Paulo (2), Rio de Janeiro (1), Mato Grosso (1), Ceará (1) e Paraná (1). 

Em Brasília, um dos alvos seria o gabinete do deputado. Já no Rio os agentes teriam se dirigido a quatro endereços ligados ao cantor.

Em atualização