Doria chama Bolsonaro de ‘genocida’ ao discutir com Carla Zambelli durante evento do governo paulista

133

João Doria (PSDB), governador de SP, e Carla Zambelli, deputada federal pelo PSL-SP, trocaram farpas em evento do governo paulista, na tarde desta sexta-feira (28). Na discussão, Doria chamou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de “genocida”. As informações são da Folha de S. Paulo.

O evento em questão era a entrega dos conjuntos habitacionais Manuel Bueno 2 e Osório, no Itaim Paulista, zona leste da cidade e São Paulo. A discussão começou após a parlamentar alfinetar Doria, ao criticar o fechamento do comércio no estado por causa da pandemia do coronavírus, comparando com as ações de Bolsonaro.

“Bolsonaro não fechou comércios. Bolsonaro não decretou lockdown. Bolsonaro não fez toque de recolher e também não destruiu empregos”, afirmou a parlamentar. Como resposta, interrompendo Zambelli, Doria disse repetidas vezes: “Destruiu vidas!” e “Genocida!”.

A deputada continuou sua fala alegando que a fala do governador “é natural vindo de um governador que já mandou eu engraxar botas de militares”. “Digo para os senhores, eu prefiro ter que engraxar bota de militares, como o meu marido, por exemplo, é militar, e engraxo com muito orgulho a bota dele pra ele poder ir trabalhar”.

Doria fechou a discussão afirmando que “São Paulo é a terra da vacina, não da cloroquina”.